Educação a Distância – Expansão e Conquista da Qualidade

Durante algum tempo o Ensino a Distância foi visto como uma modalidade de baixa qualidade pelo fato de professor e aluno estarem “separados” fisicamente. No início dos anos 2000 a modalidade já atraia milhares de estudantes interessados em obter um diploma EaD e através disso foi se aprimorando os ambientes virtuais de aprendizagem (AVAs) com o avanço da Internet e das Tecnologias Computacionais.

Entre 2006 a 2016 o Ensino a Distância alcançou um percentual de 621, 2% em aumento de números de matrículas somente na graduação. Esses dados foram registrados pelo INEP/MEC.

O atual panorama com relação ao EAD fez com que Ministério da Educação formalizasse uma nova regulamentação pela qual mobiliza as instituições que atuam no setor a ampliar a oferta e garantir qualidade de ensino.

Com a ampliação da oferta do Ensino a Distância, cada vez mais estudantes aproveitam a tecnologia para obter uma formação e agregar  questões de comodidade, preço, qualidade e reconhecimento do curso .

Cursos Livres e de Extensão em Educação a Distância

Para quem busca uma qualificação profissional mais rápida e que abre as portas para o trabalho, tem-se a disposição os cursos livres e de extensão.  Esses cursos são excelentes para quem procura um conhecimento mais específico sem precisar de muito dinheiro.

Os Cursos Livres também são chamados de Capacitação a Distância e não necessitam de Regulamentação do Ministério da Educação (MEC) e podem ser oferecidos por Empresas e Instituições e com carga horária que podem variar bastante.

São cursos mais focados no mercado de trabalho e atendem as exigências de qualidade, flexibilidade, comodidade e reconhecimento em que o Ensino a Distância oferece.

Os Cursos de Extensão são cursos extracurriculares de formação superior e também seguem as mesmas regras dos Cursos Livres. Embora o foco seja alunos que já estão fazendo graduação e desejam aprimorar os conhecimentos em algum assunto.

Os Cursos a Distância da Somática Educar

A Somática Educar iniciou as atividades em Ensino a Distância em meados do ano de 2008 e as tecnologias ainda estavam bastante centralizadas ainda naquela época na Europa e Países Desenvolvidos.

Sempre acreditou-se que a expansão do Ensino em um País de dimensões como o Brasil e logicamente o acesso a mobile versus rede mundial otimizaria toda e qualquer pessoa a qualquer tempo e lugar a ter oportunidade em acessar cursos promovendo a sua formação.

Atualmente é impossível alguém ter uma desculpa para não estudar. De longe o custo com cursos de ensino a distância é bem menor do que os presenciais, a possibilidade de estudo conciliado com o trabalho ou atividades domésticas adapta-se com os locais e horários mais convenientes.  Existem atualmente uma gama de novas profissões que demandam cursos rápidos e com qualidade para ingresso imediato no mercado de trabalho.

Novas profissões surgem e a com elas novos cursos são exigidos. A Somática Educar sempre está a frente promovendo novos cursos para seus alunos e procurando novas tecnologias adequadas para seu ambiente virtual de aprendizagem.

mensagemanonovo

 

 

Fonte de Pesquisa:  e-guiaestudante – Educação a Distância  – Editora Abril  – 2017.

Compartilhe:

Sobre Inversor Solar

Qual a função do inversor solar?

A função do inversor solar é de inverter a energia elétrica gerada pelos painéis, de corrente continua (CC) para corrente alternada (CA). O Seu papel secundário e garantir a segurança do sistema e medir a energia produzida pelos painéis solares.

Corrente Alternada CA e Corrente Continua CC

A principal diferença entre corrente alternada e contínua reside no fato de que a corrente contínua (CC) não altera o seu sentido de circulação dentro do circuito elétrico. Por outro lado,  temos que  a corrente alternada (CA) consegue alterar seu sentido. Essa é a diferença básica entre elas.

A corrente contínua, abreviada pela sigla “CC” ou do termo em inglês Direct Current (DC), é todo tipo de corrente que, quando percorrida em um circuito, não altera seu sentido de circulação. Portanto, todo circuito CC possui polaridade positiva (+) e negativa (-).

No gráfico abaixo segundo o engenheiro Lucas Santana da Blue Sol Energia   é exemplificado a  corrente (A) por tempo (t), temos duas ondas constantes, uma positiva e outra negativa, que representam exemplos de corrente contínua.

correntecontinuaealternadafotovoltaica

Fonte: website http://blog.bluesol.com.br/ por Lucas Santana da Blue Sol Energia

 

Resumidamente mesmo que a corrente mude de intensidade senão houver mudança de sentido ela é CC.

 

Inversor Solar Mais Utilizado no Mundo

Segundo pesquisas trata-se do inversor grid tie

que resumidamente servem para conectar o sistema fotovoltaico de energia solar na rede elétrica.

 

Saiba mais sobre inversores AQUI

Compartilhe:

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial na Era da Tecnologia

Segundo o estudo do Banco suíço Julius Baer estima-se que o faturamento da indústria de inteligência artificial deve aumentar 50% ao ano, em média, e chegar a quase 130 bilhões de dólares até 2025. Hoje essa tecnologia é usada para melhorar e ajudar a detectar fraudes online. O Julius Baer prevê o aumento de sua utilização nos setores automotivo, com o desenvolvimento de novos carros autônomos, e de saúde, com a criação de softwares que ajudam a diagnosticar doenças e até de robôs capazes de realizar cirurgias de alta precisão.

Saiba Mais..

Tecmundo

Negócios

 

Fonte: Revista Exame: edição agosto de 2017 

Compartilhe:

Tecnologias para o Agronegócio

Emprendedores apostam em tecnologia para o campo

 

 

Investir em tecnologia para solucionar problemas e entraves do setor do agronegócio é uma opção para empreendedores. Segundo a coordenadora de agronegócios do Sebrae-BA, Adriana Moura, cada vez mais empresários estão investindo nas áreas de consultoria, orientação e softwares específicos.

É o caso da plataforma Dr. Farm, que analisa os dados da lavoura e entrega soluções e projeções para antever os acontecimentos e ajudar as tomadas de decisão a partir de dados meteorológicos e coletados no campo.

“Existem inúmeros problemas sem solução no agronegócio, que é um setor tão cheio de nuances e variáveis que existem ainda muitas áreas da tecnologia para expandir, como logística para o agronegócio, meios de pagamento, entre outras”, afirma o CEO da Dr. Farm, Matheus Ladeia.

Players internacionais

Apesar das potencialidades ainda a desenvolver, o empresário alerta que ainda há muito desconhecimento sobre o desenvolvimento na tecnologia do campo brasileiro. As oportunidades existem, mas, ao mesmo tempo, o campo já conta com players internacionais que atualmente dominam o mercado.

“Existe uma imagem deturpada de que esse setor é subdesenvolvido. No agronegócio já existe muita tecnologia. Há uma desconexão porque as pessoas da área de tecnologia não entendem de agronegócio”, afirma Matheus Ladeia. O primeiro passo para quem quer entrar no segmento é entender muito das especificidades do agronegócio, porque cada cultura é um mundo. A partir daí, pensar em soluções tecnológicas para problemas existentes no setor.

 

Fonte da notícia: http://www.atarde.uol.com.br

Compartilhe: