IMPORTÂNCIA DA QUANTIFICAÇÃO CORRETA DO LASTRO EM DRAFT SURVEY

Água de Lastro é a água recolhida no mar e armazenada em tanques dos navios, com o objetivo de dar estabilidade às embarcações quando elas estão navegando sem cargas.

Compartilhe:

Autor: Paulo César Lameu e Silva

Curso de Arqueação de navios – Draft Survey
Instituição: Somática Educar

DEFINIÇÃO:
Água de Lastro é a água recolhida no mar e armazenada em tanques dos navios, com o objetivo de dar estabilidade às embarcações quando elas estão navegando sem cargas.


Em alto-mar, um navio sem lastro pode ficar descontrolado, correndo até o risco de partir ao meio e afundar. A água de lastro compensa perda de peso de carga e de combustível, regulando a estabilidade e mantendo a segurança


Água de lastro é aquela que os cargueiros utilizam em seus tanques para que tenham mais estabilidade quando estão se deslocando vazios. Estas águas são coletadas em estuários e portos em várias partes do mundo e descarregadas em seu destino quando o navio vai ser carregado de mercadoria.


IMPORTÂNCIA:
Quando um navio está vazio e/ou movimentando carga, é necessário manter ou movimentar água de lastro nos tanques para estabilizar o navio.

Por isso é necessário conhecer esses pesos no momento da arqueação para que possamos definir com precisão o total da carga ser avaliada.


A quantidade de água de lastro pode ser obtida sondando, enchendo ou
transbordando(se permitido) os tanques de lastro.


O cálculo de peso de água de lastro é sem dúvida a principal fonte de erro em um draft survey e pode resultar em grandes e inaceitáveis imprecisões na quantidade de carga calculada, podendo ter relevantes impactos econômicos.

Para ter acesso ao Artigo Completo Clicar Abaixo

Compartilhe:

ÁGUA DE LASTRO -CONCEITO DE LASTRO E SUA IMPORTÂNCIA PARA NAVEGAÇÃO

Água de lastro é o nome pelo qual ficou conhecida a água do mar ou do rio captada pelo navio para garantir a segurança operacional do navio e sua estabilidade.

Compartilhe:

Autora: ANA PAULA CERQUINHO BEZERRA
Contato: pcerquin@gmail.com
Curso : DRAFT SURVEYOR

Água de lastro é o nome pelo qual ficou conhecida a água do mar ou do rio captada pelo navio para
garantir a segurança operacional do navio e sua estabilidade. (CARMO, 2009)


No Brasil, a água de lastro é regida pela Norma da Autoridade Marítima (NORMAM 20), onde diz que a água de lastro é a água com suas partículas suspensas levadas a bordo de um navio nos seus tanques de
lastro, para o controle do trim, banda, calado, estabilidade ou tensões do navio. (Brasil, 2009)


A água de lastro é muito importante para a navegação, pois ela é necessária para manter a segurança, aumentar o calado e ajudar na propulsão e manobras, compensar a perda de peso por consumo de
combustível e de água, dando estabilidade às embarcações quando elas estão navegando com ou sem cargas. (SOUZA E SILVA, 2004)


Os tanques de lastro são compartimentos existentes a bordo, cuja única finalidade é o armazenamento e transporte de água de lastro e recebem a denominação de tanques de lastro segregado, de acordo
com a IMO.


A água de lastro é coletada em portos e estuários de forma inversamente proporcional à quantidade de carga, ou seja, quanto menos carga a bordo mais água de lastro. Assim, ao ser descarregado, o navio enche seus porões com água do litoral onde se encontra e ao serem estocadas novas mercadorias esta água é despejada. (ARAGUAIA, 2009)


Quando chegam a seu destino, muitas vezes em outro continente ou oceanos, esvaziam esses tanques,
fazendo o deslastro (nome dado ao processo da descarga da água de lastro).

O problema é que, nessa água descarregada estão presentes muitas espécies que não fazem parte do ecossistema local de
descarga.


Essas espécies, chamadas de exóticas, podem não ter predadores naturais nesse local e crescem de maneira descontrolada, interferindo na cadeia alimentar local, e destruindo as espécies nativas.

Para ter acesso ao artigo completo clique abaixo

Compartilhe:

BALANÇA RODOVIÁRIA X ARQUEAÇÃO “DRAFT SURVEY” SOB UM OLHAR ANALÍTICO

Comparamos os métodos de pesagem de pesagem por meio de balança rodoviária instalada em um determinado porto e por meio de uma arqueação

Compartilhe:

Instituição: SOMÁTICA EDUCAR

Curso: ARQUEAÇÃO DE NAVIOS – DRAFT SURVEY

Autor: ATHOS UBIRAJARA DA FROTA SILVA

e-mail: athos@creapr.org.br

Ano: 2020

  1. OBJETIVO

O objetivo do presente texto analítico é relatar algumas comparações e cuidados entre os métodos de pesagem por meio de uma balança rodoviária instalada em um determinado porto e por meio de uma arqueação “draft survey” de um navio, e ao final desta comparação mostrar o melhor dos métodos para a quantificação de uma carga a granel a exportar ou importar. Na sequência serão apresentadas as características de cada um deles.

  1. BALANÇA RODOVIÁRIA

2.1. Função de uma balança rodoviária

A balança rodoviária é um equipamento essencial para qualquer setor de logística que busque total controle sobre as cargas que movimenta. É o equipamento utilizado nos portos do Brasil para pesar/quantificar a carga a ser carregada nos navios ou deles descarregada, a qual foi ou será transportada por modal rodoviário, isto é, caminhões, carretas ou “bitrens”.

somaticaeducar.com

2.2. Estrutura de uma balança rodoviária

A balança rodoviária possui excelente resistência estrutural, capaz de suportar grandes cargas sem nenhum problema ou deformação em sua superfície. É formada por vigas em “I”, em aço carbono, com certificações para evitar deformações, por limitadores de movimento, por células de carga com grau de proteção IP67, tudo em conformidade com o RPM (regulamento técnico metrológico), conforme Portaria INMETRO 236/94.

Balança rodoviária:

2.3. Manutenção e aferição:

Toda balança rodoviária deve ter um plano de manutenção e aferição periódico

Leia o Artigo na Íntegra

Compartilhe:

Draft Survey

O Draft Survey, exige uma operação simples, é possível programar a ida no
navio para se fazer o Draft inicial, e no final é possível antecipar os serviços,
utilizando-se geralmente dois ou três surveyors, o da Receita Federal e um
representante do ‘’Pool’’ de exportadores ou importadores e algumas vezes um
P & Y(Procters And Ynsurence)pelo armador, o tempo médio gasto para o
serviço varia entre duas e três horas dependendo do navio

Compartilhe:

Nome: Marcos Antonio Fangueiro
e-mail: marcosfangueiro@gmail.com
Curso: Arqueação de navios – Draft Survey
Instituição : Somática educar

O ‘’DRAFT SURVEY’’, é um cálculo hidrostático para determinações de
grandes quantidades, embarcadas ou a embarcar em navios, baseado nos
princípios de Arquimedes – Filósofo e Matemático Grego 287 `a 212 aC. O processo de ‘’Draft Survey’’, é reconhecido pela I. M. O. ( Organização Marítima Internacional – Órgão das Nações Unidas), e no Brasil, pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

O ‘’Draft survey’’, surgiu a partir da necessidade de aferições de grandes
volumes de produtos transacionados no mercado mundial, muitos desses
produtos ainda apresentavam peculiaridades ou fatores adversos para
pesagem em balanças de fluxo como perigo de explosão por gases
emanados(Carvão), corrosão(Fertilizantes) ou ainda devido ao peso
excessivo(Minério de ferro), assim sendo, optou-se pelo ‘’Draft Survey’’ que é um sistema rápido, barato e confiável, aliando-se a mais um fato relevante que seria a credibilidade ao sistema de pesagem de um pais em relação a outros.


Como uma empresa situada na China, por exemplo, poderá ter a certeza de
que a quantidade negociada foi a quantidade embarcada, uma vez que nos
portos a grande maioria dos embarques são feitos por ‘’pool’’ de empresas que depositam suas mercadorias nos terminais, e estes por sua vez, possuem cada um balanças próprias.

Para ter acesso ao trabalho clicar em:

Compartilhe:

Draft Survey

Este trabalho busca contribuir para a elucidação de algumas dúvidas relacionadas a operação Draft Survey e de que forma esta matéria colabora para a execução de um laudo de perícia aduaneira

Compartilhe:

Autora: Luzilene Souza Silva

e-mail: eng.luzilene@gmail.com

Curso Draft Survey – Somática Educar

  1. INTRODUÇÃO

O presente trabalho busca descrever de forma sucinta, o que vem a ser a operação de Draft Survey, também conhecida como arqueação da carga, e qual o passo a passo para a elaboração de um laudo técnico de perícia aduaneira. Para isso, serão utilizadas referências bibliográficas de autores que contribuíram de forma significativa nesta área de pesquisa.

Primeiramente é necessário esclarecer o conceito de laudo técnico e em quais situações este documento é necessário. Para Pereira (2011), o laudo técnico é um documento que contém o relato de um perito ou técnico, o qual é designado especialmente para avaliar uma determinada situação, algum aparelho com defeito, ou ainda, um local que apresente periculosidade ou irregularidade. Cada área ou profissão tem seu próprio modelo de formulário e regras próprias para elaboração desse tipo de documento, na esfera aduaneira, não há um modelo padrão. Cada perito tem maneira peculiar de elaborar o laudo.

Conforme especificado no art. 569 c/c art. 596 e art. 813 do Regulamento Aduaneiro, o serviço de perícia e a emissão de laudos periciais serão realizados por laboratórios da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), por órgãos ou entidades da administração pública previamente credenciados ou por entidades privadas ou peritos, especializados, previamente credenciados.

arqueação de navios
arqueação de navios

Segundo o art.32 da Instrução Normativa RBF nº 1.800/2018, a qual dispõe sobre a prestação de serviço de perícia para identificação e quantificação de mercadoria importada e a exportar e regula o processo de credenciamento de órgãos, entidades e peritos. Os laudos periciais destinados a identificar e a quantificar mercadoria importada deverão conter, expressamente e conforme o caso, os seguintes itens:

  • a explicitação e a fundamentação técnica das verificações, testes, ensaios ou análises laboratoriais empregados na identificação da mercadoria;
  •  a exposição dos métodos e dos cálculos utilizados para fundamentar as conclusões do laudo referente à quantificação de mercadoria a granel; e
  • a indicação das fontes, referências bibliográficas e normas nacionais e internacionais empregadas na elaboração do laudo, e cópia daquelas que tenham relação direta com a mercadoria objeto de verificação, teste, ensaio ou análise laboratorial.

Sabendo-se que a mensuração da mercadoria a granel transportada por veículos aquáticos é o principal objetivo de um laudo aduaneiro, é importante entender quais os procedimentos necessários para a realização desta quantificação. De acordo com o art. 21 da Instrução Normativa RBF nº 1.800/2018, a mensuração será efetuada por meio do cálculo da variação do deslocamento (diferença dos deslocamentos em função da variação dos calados ou draft survey); pela medição do espaço vazio do tanque; pela medição do espaço cheio do tanque; e, por meio da utilização de equipamentos automatizados de medição.

Neste contexto, introduz-se o conceito de operação de Draft Survey, ou, arqueação de carga, a qual Segundo Oliveira (2016), é uma operação relativamente simples, porém, que envolve diversos cálculos. A mesma se baseia na medição da quantidade de carga a ser embarcada, ou seja, no porte líquido, a partir da conferência de calados, efetuando as correções necessárias, para não se obter erros quando converter o calado final em deslocamento. Para entender tal assunto é necessário primeiramente conhecer algumas definições importantes, as quais serão apresentadas no capítulo a seguir.

Compartilhe:

O que é arqueação de navios ou Draft Survey?

A arqueação é a medida do volume interno de uma embarcação. A arqueação de cada navio compreende a arqueação bruta e a arqueação líquida. Atualmente, as medidas de arqueação internacionalmente em vigor consistem em valores adimensionais obtidos por fórmulas de cálculo onde entram os volumes expressos em metros cúbicos, o número de passageiros, o pontal e a imersão de cada navio.

Arqueação Bruta

 

A arqueação bruta (AB ou GT, em inglês: gross tonnage) é a função do volume de todos os espaços interiores de um navio, medidos desde a quilha até à chaminé pelo exterior do cavername.

A Arqueação Bruta consiste portanto numa espécie de índice de capacidade, usado para classificar um navio com os objetivos de determinar as suas regras de governo, de segurança e outras obrigações legais, sendo um valor adimensional, apesar da sua derivação estar ligada à capacidade volumétrica expressa em metros cúbicos.

As medida da Arqueação Bruta está regulada da ICTM 1969, que a define como “a função do volume moldado de todos os espaços fechados do navio”.

 

Arqueação Líquida

A arqueação líquida (Net Tonnage) é uma medida dos espaços úteis para transporte de carga ou de passageiros.

 

Tonelada de Arqueação (Tonne)

É a unidade de volume em que era expressa a arqueação antes da entrada em vigor da Convenção de 1969. Também designada por tonelada Moorson , representa o volume equivalente a 100 ft3 (2.832 m3).

 

Resumindo a Arqueação Bruta reflete a dimensão do navio e a Arqueação Líquida reflete a capacidade do navio gerar receita. 

Os volumes considerados são medidos sobre as linhas de traçado, podendo portanto ser calculados com base em desenhos. A arqueação líquida é função do número de passageiros, o número de tripulantes não é tido em conta.

 

Alguns Cálculos de Arqueação Bruta e Líquida

Arqueação Bruta

tempo de qualificação com a Somática Educar
http://somaticaeducar.com
Cálculo da Arqueação Líquida
arqueação líquida

Powered by Somática Educar
Compartilhe: