PERIGOS E OPERABILIADE, MELHORES PRÁTICAS PARA INDÚSTRIAS

Estudos de perigo e operabilidade (Hazop ) foram desenvolvido pelo ICI no final dos anos  1960, após alguns problemas importantes com novas e grandes fábricas de processamento

Compartilhe:

Autor : Izidro Inácio Nhaphule

Moçambique – Angola

Somática Educar

RESUMO: Estudos de perigo e operabilidade (Hazop ) foram desenvolvido pelo ICI no final dos anos  1960, após alguns problemas importantes com novas e grandes fábricas de processamento. O estudo  foi uma evolução do estudo do método e foi usado durante a fase de concepção de um projeto para  identificar e corrigir falhas de projecto que podem levar a problemas de perigo ou operabilidade. Nas  últimas décadas, a necessidade de altos padrões de segurança e meio ambiente é totalmente  reconhecido pelo regulador, pela indústria e pelo público. Hazop é agora a ferramenta de primeira  escolha para a identificação de pontos fracos no projecto de processo e é usado em todo o mundo na  indústria de processo. 

Palavras-chave: HAZOP; MELHORES PRÁTICAS, INDÚSTRIAS

Para ler o artigo completo clicar abaixo

Compartilhe: