Energia Eólica No Meio Ambiente

A importância da tecnologia usada pela energia eólica se destaca não apenas como uma fonte renovável, mas também como uma forma de reduzir a emissão de gases de efeito estufa. Sabe-se que o setor de energia elétrica se situa entre os mais importantes em termos de emissão de GEE .  

Compartilhe:

Autor: Darcio André Chaves Oliveira

Curso Operador de Parque Eólico

Somática Educar

A importância da tecnologia usada pela energia eólica se destaca não apenas como uma fonte renovável, mas também como uma forma de reduzir a emissão de gases de efeito estufa. Sabe-se que o setor de energia elétrica se situa entre os mais importantes em termos de emissão de GEE .  

 O homem necessita de fontes de energia para manter, prolongar e tornar mais confortável sua própria sobrevivência, manipulando-as, através do tempo. Iniciando sua manipulação com a descoberta do fogo, o homem pré- histórico deu um salto nas suas rudes condições de vida, possibilitando o preparo dos alimentos, mantendo aquecidos e iluminados seus abrigos. Essa descoberta favoreceu a fixação do homem, que pôde deixar de ser nômade: um grande passo na evolução. 

Registram-se de 200 a.C. na Pérsia, as primeiras comprovações de utilização de energia eólica para bombeamento de água e moagem de grãos. E esta fonte de energia veio para auxiliar e facilitar atividades mecânicas básicas, surgindo como forma alternativa para o que antes era realizado por força animal, humana, ou ainda pela força motriz da água. 

Em termos físicos, o vento é causado pelas diferenças de pressão existente na superfície da Terra, e isso ocorre porque a radiação solar incide de forma diferente sobre as zonas equatoriais, em maior quantidade, e nas zonas polares, com menor intensidade. Ou seja, os ventos se originam da radiação solar. Essa energia é aproveitada pela movimentação do ar, na forma de vento, abundante fonte de energia, renovável, limpa e disponível em todo o Globo. 

Compreender a importância da tecnologia usada pela energia eólica que se destaca não apenas como uma fonte renovável, mas também como uma forma de reduzir a emissão de GEE – gases de efeito estufa. 

A produção de eletricidade através de energia eólica surgiu no final do século XIX, mas a sua utilização na distribuição de energia pública data de 1976 na Dinamarca, onde a primeira turbina eólica foi conectada à rede elétrica pública. Foi graças ao choque do petróleo e seu aumento de preço nos anos 70 que em alguns casos, a produção de energia elétrica via sistemas eólicos tornou se economicamente viável. 

O interesse por fontes de energia renováveis e limpas vem crescendo nas últimas décadas dado o fato de que por questões ambientais, mais do que nunca,

percebe-se a necessidade de soluções eficientes e ambientalmente corretas. O grande salto tecnológico dos estudos sobre a matriz eólica e seus componentes ocorreu durante a década de 90 quando os custos caíram substancialmente e a capacidade das turbinas eólicas saltou de 300KW em 1992 para 4.500KW no ano de 2000. 

Embora a produção de energia a partir dos ventos ainda seja pouco representativa no território brasileiro, é perceptível a evolução do setor no país ao longo dos últimos anos. Em 2014, segundo dados do Governo Federal, o Brasil ultrapassou a Alemanha no que se refere à expansão da energia eólica, atingindo o segundo lugar mundial, atrás apenas da China, que é o país que mais investe em fontes energéticas no mundo em razão de sua alta demanda. 

Por isso, o apoio a partir de políticas públicas é essencial para promover a expansão das energias renováveis.Há necessidade de estudar a questão energética, em especial as energias renováveis, como um aspecto para se alcançar o desenvolvimento sustentável. 

A geração eólica é benéfica para a sociedade pois não há processos de combustão na sua geração, não havendo portanto, emissão de gases poluentes como o material particulado ou óxidos de enxofre e menos ainda, gases contribuintes para o efeito estufa (GEE). Além dos benefícios ambientais cito–os os desenvolvimentos sociais trazidos por tais empreendimentos tais como, a atração de investimento para áreas desfavorecidas, geração de novos empregos e a possibilidade de utilização do terreno mesmo com as usinas eólicas. 

Considerando o tempo de construção, um grande parque eólico leva muito menos tempo para ser construído, o que gera receita mais rapidamente. O Fator de Capacidade dos parques eólicos é o menor de todos devido à característica do vento intermitente, o que significa que haverá picos e vales na geração eólica. 

Conclui-se que a energia eólica, além de ser inesgotável, mas que também possui vantagens e desvantagens. Trata- se de uma energia limpa pois não emite poluentes na atmosfera no processo de geração de energia, sua fonte é um recurso inesgotável e, por isso, é uma energia renovável, proporciona a redução da dependência dos combustíveis fósseis, permite a diminuição da emissão dos gases do efeito estufa e gera empregos nas regiões onde os parques eólicos são instalados.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

BARCELLA, M, S., & BRAMBILLA, F, R. (2012). Energia eólica e os impactos socioambientais: estudo de caso em parque eólico do rio grande do sul. Revista de Ciências Ambientais, 6(2). 

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acessado em: 03/02/2022, 1988. 

DUTRA, R. M. Energia eólica. In: TOLMASQUIM, T. M. (Coord.). Alternativas energéticas sustentáveis no Brasil. Rio de Janeiro: Relume Dumará: Cenergia, 2004. p.179 – 267.. 

MESQUITA, A. N. S., Silva. R. C., Silva, A. P. F., & Siqueira. W. N. (2018). A influência da implantação do parque eólico sobre a economia na Região Agreste de Pernambuco. Revista Brasileira de Meio Ambiente. 

NASCIMENTO, M. V. G. Energia eólica. In: Tolmasquim, M. T. (org.). Fontes renováveis de energia no Brasil. Rio de Janeiro, Interciência: Cenergia, 2003. p. 207. 

PENA. Rodolfo F. Alves: Energia Eólica no Brasil. Disponível em: https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/energia-eolica-no brasil.htm.Acesso em:01/02/2022. INVEST RS.Disponível em:https://investrs.rs.gov.br/energia#:~:text=O%20munic %C3%ADpio%20abriga%20as%20usinas,S%C3%A3o%20Jer%C3%B4nimo %20(20%20MW).Acesso em 05/02/2022.

Compartilhe:

Autor: Somática Educar

Somática Educar - cursos profissionalizantes e de capacitação a distância

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.