Visite o Nosso Catálogo De Cursos

Visite o Catálogo de Cursos da Somática Educar!

Compartilhe:

A importância do reuso da água na indústria ,pecuária e agricultura

A falta de os projetos de tratamento de resíduos de efluentes a indústria,pecuária e agricultura contribuem para um cenário de escassez de água potável considerável os lençois freáticos que tendem a fluir para as nascentes,sendo o reuso das mesmas uma maneira de diminuir os impactos nas nascentes e consequentemente ao meio ambiente.

Compartilhe:

 Autor:Hélio Gil Carvalho Sampaio

Curso Tecnologia em Tratamento de Água, Esgotos e Efluentes Industriais

Visite o Nosso Catálogo de Cursos

INTRODUÇÃO

A falta de os projetos de tratamento de resíduos de efluentes a indústria,pecuária e agricultura contribuem para um cenário de escassez de água potável  considerável os lençois freáticos que tendem a fluir para as nascentes,sendo o reuso das mesmas uma maneira de diminuir os impactos nas nascentes e consequentemente ao meio ambiente.

DESENVOLVIMENTO

As propriedades rurais geralmente não possuem sistemas de tratamento de água e de esgoto,sendo que os frigoríficos atuais é possível que a água utilizada irá parar em igarapés, na criação a lavagem dos currais dos animais sem um sistema de reuso,contribui para os resíduos chegarem até o lençol freático que abastece os rios, sendo que essa água chega a torneira do pecuarista não usada e reusada para a limpeza dos currais,juntando-se as rejeitos já contaminados e  causando acumulação.Segundo Vieira et. Al.(2002) e oliveira (2005) a água sempre foi considerada uma fonte inesgotável de vida e saúde, mas ressalta-se que devido a poluição dos mananciais e uma maior ênfase a projetos de conscientização ambiental , ele já não se encontra em seu estado mais natural possível.

Para cada processo de fabricação , principalmente na indústria de alimentos, é exigido através de normas os padrões de qualidade aceitáveis da água, para que o produto final seja melhor aceito nos mercados,e esse reuso pode ser aceito para outros fins ou poderá ser usada nas torres de resfriamento.

Sabe-se que a falta de chuvas na agricultura em determinadas épocas do ano , não garante que haja uma produção aproximada do planejado no inicio do projeto , sendo a sua reutilização pode se dar através da água das chuvas , esgotos tratados em áreas agricultáveis perto das cidades e projetos de irrigação sustentável em outras áreas.Para Batista et. Al.(2009, p.19) a legislação ão permite a outorga de água a produtores por sulcos de infiltração usados no melão, mas ressalta-se que além das questões da legislação vigente existe também o estudo hidrológico da região.

CONCLUSÃO

Para garantir a segurança nos processos de reuso da água na indústria , pecuária e agricultura é preciso bons projetos aliados a conscientização ambiental, apoio de órgãos do governo de assistência e pesquisa , além de análises laboratoriais constantes para assegurar a eficiência dos possíveis tratamentos.

OBRAS CONSULTADAS

http://wwwpensamentoverde.com.br/atitude/reuso-da-água-na-industria/.

https://wwwbrasilescola.uol.com.br/geografia/água-reuso-a-agricultura.htm.Acesso 31 de janeiro de 2021.

BATISTA P.F. et. al. Produção e qualidade de frutos de melão sumetidos a dois sistemas de irrigação. Revista de Horticultura brasileira, v.27 n.2,2009,p.246-250.

OLIVEIRA,G.S.Avaliação da qualidade da água do Rio São Lourenço em Matão-SP através de análise das variáveis físicas,químicas da água e dos macroivertebrados bentônicos.2005.102.F.Dissertação(Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente) – Centro Universitário de Araraquara, Araraquara,2005.

VIEIRA,S.V.et.al. Valorização do uso de água no trecho da bacia do rio Tubarão Rio braço Norte) nos municípios de são Ludgero e Braço Norte – Sul de Santa Catarina.in: CONGRESSO BRASILEIRO DE CADASTRO TÉCNICO MULTIFINALITÁRIO(COBRAC),2002,Florianópolis,Anais….Florianópolis,UFSC,2002.

Compartilhe:

Variação do preço das commodities

Através deste estudo podemos observar as variáveis que possuem influência no preço das commodities. Sabemos que o Brasil é um grande produtor é exportador de commodities agrícolas, diante disso é de grande importância compreender os fatores que influenciou o preço das commodities .
Devido a várias análises encontramos resultados que para as principais commodities brasileiras os fatores que influenciam o preço são, o efeito China, os custos de produção, os fatores climáticos e o uso de derivativos.

Compartilhe:

Autor: Paulo Henrique Castro Singh

Somática Educar – Curso Profissionalizante Corretor de Commodities – Metais, Petróleo, Energia, Agricultura e Carnes

Resumo 

Através deste estudo podemos observar as variáveis que possuem influência no preço das  commodities. Sabemos que o Brasil é um grande produtor é exportador de commodities  agrícolas, diante disso é de grande importância compreender os fatores que influenciou o  preço das commodities . 

Devido a várias análises encontramos resultados que para as principais commodities brasileiras  os fatores que influenciam o preço são, o efeito China, os custos de produção, os fatores  climáticos e o uso de derivativos. 

Palavras chaves. 

Commodities, agrícola e variáveis. 

Introdução 

Commodities são artigos de comércio, bens que não sofrem processos de alteração. Exemplo,  fruta, legumes, cereais e alguns metais. são negociados na bolsa de valores pois possuem um  determinado padrão internacional ,tendo assim seus preços fixado a nível global pelo  mercado Internacional. 

Com capacidade de serem estocados por um determinado período sem que tenha perda na  qualidade. 

A Confederação da agricultura é pecuária do Brasil mostra em seu relatório em( 2015) que o  setor agrícola em relação ao PIB, representou através do agronegócio 28% do produto interno  bruto nacional , Isso mostra a importância do setor do agronegócio para a economia brasileira.  

Tema e problema 

Buscamos identificar através da revisam da literatura empírica , a variação que influenciam os  preços das commodities agrícolas e quais a justificativa para essa influência. 

Sendo assim mostrando ao leitor melhor compreensão sobre o mercado de commodities  agrícola e como esses ativos são precificados.

Objetivo geral. 

Observar as várias ações que trazem maior influência dos preços das commodities agrícolas,  através de recentes pesquisas acadêmicas publicadas. 

Objetivo específico. 

Mostrar as variáveis que pecificam as commodities agrícolas, sendo assim as que afetam  diretamente os preços cotados. 

Justificativa. 

O estudo das variações que interferem na determinação dos preços através de  comportamentos é de fundamental Importância para a economia, com flutuações sazonais dos  preços das commodities agrícolas provocam instabilidade tanto na renda do produtor tanto no  planejamento orçamentário dos investidores e dos governos. 

Em período de baixa dos preços ou excesso de produção, ou em período de preços muito  elevados, isso pode provocar uma instabilidade podendo provocar desestímulos a produção, assim seria necessário o conhecimento sobre o padrão de flutuação sazonal e a volatilidade  desses preços, para que possam ser compreendido como funciona o comportamento do preço  das commodities agrícolas. 

O estudo dos preços agropecuários configura se como ponto de interesse geral, devido a  ampla gama de inter-relação com outros setores da atividade econômica. 

Desenvolvimento. 

Precificação das commodities agrícolas. 

Existem vários fatores que influenciam a precificação das commodities agrícolas, entre os  quais a oferta é demanda. 

Com o grande crescimento populacional e econômico de países emergentes que necessitam  de commodities como matéria-prima e para consumo alimentício de suas populações. 

Outro fator é a crescente necessidade da agricultura estar voltar a produção de  biocombustíveis, impactando de forma certeira a quantidade de commodities agrícola  ofertada, uma vez que no momento da colheita tem-se a diferenciação das intenções de uso o  que afeta diretamente os estoques mundiais. 

Influenciando diretamente as relações de oferta e demanda, São os eventos climáticos, e  indiretamente os preços praticados. Chuvas ou secas com durações e ocorrências foras dos  padrões esperados reduzem o estimulam as quantidades produzidas por agricultores. Isso influência sobre as quantidades físicas ofertadas de produtos agrícolas. 

Sendo assim, sabemos que vários fatores influenciam direta ou indiretamente a precificação  das commodities agrícolas. 

Fatores que influenciam a oferta. 

• Custo de produção 

• Fatores climáticos 

• Políticas de incentivo à produção de biocombustíveis 

• informações divulgadas por agências internacionais

• informações divulgadas por agências internacionais 

• nível de estoque mundial. 

Fatores que influenciam a demanda. 

• Efeito China  

• Variações das taxas cambiais 

• Derivativos 

• efeitos especulativos de mercado financeiros 

• níveis de estoque mundial 

preços observados em outras bolsas internacionais 

analisando separadamente os fatores a fim de verificar quais deles influenciam cada  commodities e como se dá tal influência, criando conexões entre preços praticados  dessas commodities, aplicados ao mercado Internacional. 

Conclusão. 

Com esse estudo bibliométrico dos autores analisados, observamos que os preços das  commodities agrícolas são influenciados por vários fatores econômicos, climáticos e  financeiros, influenciando as relações de oferta e demanda, também afetam à volatilidade dos  preços e spot e dos preços futuros. Tendo vários fatores influenciadores, mas os autores  analisados destacam como os principal o efeito China, que é caracterizado pelo aumento  populacional e o crescimento econômico de países emergentes, afetando as relações de  demanda mundial das commodities primárias. 

Influenciando profundamente as commodities agrícolas temos o fator climático, Isso afeta o  lado da oferta, bem como o uso de derivativos e a sua influência na relação dos preços spot e  futuro de cada commodity. 

Combustíveis é biocombustíveis são importantes fatores que influenciam a precificação, devido aos seus constantes aumentos. Grande parte dos custos de produção das commodities  agrícolas estão relacionadas aos preços de logística desses produtos e ao uso deste  combustível para tratores e outros equipamentos necessários para a produção. 

Essa pesquisa bibliográfica mostra que os resultados encontrados acimas superem as  expectativas que se esperava no objetivo demonstrando as principais variáveis que impactam  o processo de precificação das commodities agrícolas. 

Referências. 

MORAES, André Steffens; LIMA, Ricardo Chaves; MELO, André de Souza. Análise da 

Eficiência do mercado futuro brasileiro de boi gordo usando co-integração. Revista de  Economia e Sociologia Rural, Brasília, v. 47, n. 3, jul./set. 2009. Disponível em:  http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-20032009000300003&script=sci_arttext.  

NUNES, José Luís da Silva. Soja: histórico. In: Agrolink, s. d. Disponível em:  http://www.agrolink.com.br/culturas/soja/historico.aspx.  

PECUIÁRIA no período colonial. In: Brasil Escola, s. d. Disponível em:  http://www.brasilescola.com/historiab/pecuaria-no-periodo-colonial.htm.  PRATES, Daniela Magalhães. A alta recente dos preços das commodities. Revista de Econ.  Polít., São Paulo, v. 27, n. 3, p. 323-344, jul./set. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-31572007000300001&script=sci_arttext.  

RIGHI, Marcelo Brutti; CERETTA, Paulo Sergio. Previsibilidade e eficiência no mercado  Agrícola. Ciência Rural, Santa Maria, v. 41, n. 10, set./out. 2011. Disponível em:  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011001000028

RODRIGUES, R. O papel do setor privado e os novos desafios do abastecimento nacional.  Revista de Política Agrícola, a. X, n. 1, p. 7-12, jan./fev./mar. 2001. 

ROMEU, Marina Campanelli. Análise dos impactos dos especuladores nos retornos dos  Preços futuros das principais commodities agrícolas exportadas pelo Brasil. 2014. 67 f.  Dissertação (Mestrado) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo, São Paulo.  2014. 

SERIGATI, Felippe. Fundamentos X Mercados financeiros. Agroanalysis, ago. 2012.  Disponível em: http://www.agroanalysis.com.br/materia_detalhe.php?idMateria=1314.  

SIGNIFICADOS. Commodities. 2015. Disponível em:  http://www.significados.com.br/commodities/.

Compartilhe:

Cursos na Área da Agricultura

Confira os Cursos na área de Agricultura e Agronegócios oferecidos pela Somática Educar. Estamos há mais de Dez anos no mercado de cursos a distância promovendo Educação de Qualidade!

Compartilhe:

Todos os cursos são totalmente a distância. Para saber sobre os cursos basta clicar no título correspondente abaixo.

Curso Auxiliar Técnico em Topografia e Agrimensura

Curso Economia e Gestão de Negócios Agroindustriais

Curso Profissionalizante Corretor de Commodities – Metais, Petróleo, Energia, Agricultura e Carnes

Curso Profissionalizante Assistência em Produção de Açúcar e Álcool

Curso Profissionalizante Agricultura de Precisão

Curso Profissionalizante Mercado Futuro e de Opções Agropecuários

Curso Profissionalizante Meio Ambiente, Desenvolvimento e Sustentabilidade

Curso Profissionalizante Agricultura de Precisão

Curso Profissionalizante Agricultura Familiar, Desenvolvimento rural e Multifuncionalidade da Agricultura

O certificado será enviado no formado digital e enviado impresso através dos correios.

Os valores são únicos, sem custo adicional e sem mensalidades

Somos uma empresa com mais de DEZ Anos no mercado de cursos a distância , tendo como Parceiras diversas Universidades.

Compartilhe:

Comercialização dos Produtos Agrícolas

A comercialização agrícola é uma das principais atividades econômicas do país. Todos os dias diversos contratos e diversas transações são fechadas em um ritmo acelerado

Compartilhe:

Autor: José Felipe Santos Fagundes

e-mail: graosrs.comercial@hotmail.com

Curso Comercialização de Produtos Agrícolas


RESUMO

O principal objetivo desse trabalho é detalhar a comercialização dos produtos agrícolas. Existem inúmeras possibilidades de negociar um determinado produto e que precisam ser muito bem analisadas, o mercado agrícola lida com grandes quantidades de produtos (soja, milho, trigo, algodão e até mesmo a carne de boi, frango e de suíno) do agronegócio, e estes estão sempre em volatilidade dos preços. Ainda vamos falar em empresas que são intermediárias nessas negociações. E também o que os produtores conseguem se negociar através delas.

Palavras-chave: Comercialização Agrícola. Produtos Agrícolas. Opções de Comercialização.


INTRODUÇÃO

A comercialização agrícola é uma das principais atividades econômicas do país. Todos os dias diversos contratos e diversas transações são fechadas em um ritmo acelerado. Estar por dentro das notícias do agronegócio mundial é de suma importância para todo e qualquer profissional ligado a área agrícola. Diversos problemas são enfrentados diariamente pelo produtor rural na comercialização agrícola, que vão desde os problemas enfrentados na sua lavoura até mesmo na compra e venda destes produtos. As transações como negociar, vender e comprar são ações comerciais que fazem parte de qualquer atividade empresarial. O agronegócio hoje é considerado uma empresa e o agricultor por sua vez é o empreendedor. A maioria dos produtores rurais dependem da comercialização da sua safra para poder receber de volta, todos os investimentos que fez no decorrer do ano. Desdo preparo da terra, até a busca por infraestrutura e logística mais adequadas para armazenar a sua safra, o produtor rural investe muito tempo e também muito dinheiro. Por isso na hora de decidir a melhor e a mais rentável forma de comercializar seus produtos agrícolas é o que talvez vai garantir o retorno que ele investiu na sua produção, e para isso, as melhores decisões só podem ser tomadas depois de muita pesquisa e estudo. Ter acesso as informações sobre o mercado (como a maneira com que os preços se estruturam) e também as diferentes tipos de comercialização, e saber se antecipar a futuros cenários para a venda dos produtos, faz toda a diferença nos momentos das negociações. O importante é ter a clareza sobre as inúmeras possibilidades de venda que existem e entender os riscos que as envolvem. Por isso auxílio dos profissionais que são capacitados nesses tipos de negociação nunca devem ser dispensados.

Sempre vai existir na comercialização agrícola, um elo entre quem está vendendo e de quem está comprando, até chegar ao consumidor final. É de obrigação do comprador exigir que o produto atenda às reais necessidades de mercado, e que venha com as características esperadas. E claro, é dever de quem está vendendo acatar essas exigências. Conhecer bem o produto que está produzindo e comercializando, bem como, a sua demanda e entregá-lo com a qualidade esperada, farão com que uma das principais atividades econômicas do Brasil, a comercialização agrícola, retorne de maneira satisfatória ao produtor. Pra isso os produtores, cerealistas, tradings e ou indústrias poderão ampliar as suas opções de venda com apoio das tecnologias disponíveis.

Leia o Artigo Completo Abaixo

Compartilhe:

O Futuro Não Acontece Por Acaso. Nós Criamos o Futuro

A formação no Brasil se refletirá no futuro do Brasil amanhã

O Ensino a Distância vem conquistando cada vez mais credibilidade e relevância na sociedade e no mercado de trabalho. Mais baratos e flexíveis, as matrículas nos cursos a distância vêm crescendo exponencialmente a cada ano que passa.

Dados mais recentes do Censo da Educação Superior, coletados em 2016 e publicados no segundo semestre de 2017, apontam que mais de 18% das matrículas no Ensino Superior são em cursos a distância, alcançando a marca de 1.494.418 em 2016. Em 2006, o percentual de participação da modalidade era de apenas 4,2 % do total de matrículas.

Através da forte tendência de demanda, muitas empresas vem apostando no mercado de cursos a distância. Contratando pessoal qualificado e com um curriculum diferenciado.

Estar qualificado e atualizado através dos cursos a distância sem dúvida é melhor opção para quem não possui tempo para frequentar uma aula presencial.

Vale a pena investir em um cursos a distância?

Nossa resposta é sim! Segundo publicação da Revista Exame, nos próximos anos, os orçamentos nacionais serão cada vez mais pressionados pelos gastos com as infraestruturas físicas (hard) e tecnológica (soft) imprescindíveis para fornecer ecossistemas adequados à inovação, à reciclagem e à requalificação de competências. Uma prioridade deverá ser a educação às novas demandas.

Ter um diploma sem atualização e adequação ao campo digital e á capacidade ao pensamento crítico, á formação de competências, a empatia, a sensibilidade e a cooperação na área, de nada adiantará no Novo Mercado de Trabalho que faz-se exigências personalizadas em cada área do conhecimento.

O Futuro está Aqui e Agora! As empresas estão buscando pessoas treinadas, com pensamento crítico e com múltiplas competências

Quem diria que teríamos que libertarmos das especializações, em parte. Entender o todo e ser especializado em uma área é o futuro do Novo Mercado de Trabalho.

Com a avalanche de informações que a mídia nos apresenta diariamente através da onda web, chegar em uma empresa sem ter um pensamento crítico do que está acontecendo com o Mundo e a sua área de atuação, seria o mesmo que você estar mostrando para o seu futuro empregador que se tornou uma máquina e máquinas provavelmente seu empregador já possui. Não precisa contratar pessoas que são alheias ao mundo. O Mundo inova, a Empresa Inova, Exige Pessoas que Vistam a Camiseta e Estão Atualizadas e Não Simplesmente Estão Lá para Receber Salários.

Esse é o Futuro do Mercado de Trabalho que Bate a Nossa Porta. Não Estarmos Preparado é um Risco à Sobrevivência.

Imagine como você pode mudar a sua Vida, participando de Treinamentos em um período menor de tempo. Como você se sentirá tendo mais Conhecimento e mais tempo para se dedicar no que você gosta?

Compartilhe:
  • 31
    Shares