Lançamento Aplicativo Mobile da Somática Educar

Estamos lançando o Aplicativo Mobile da Somática Educar

Aplicativo da Somatica Educar

Com o intuito de aproximar nossos alunos, a Somática Educar está lançando o aplicativo mobile Somatica Educar – Cursos.

Estamos disponibilizando, a princípio na versão Android compatível com os Smartphone e posteriormente na IOS que é compatível com o Iphone.

A partir do App da Somatica Educar o nosso cliente poderá adquirir cursos, receber diretamente no seu celular nossas notícias e mensagens , acessar o nosso Novo Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) que está moderno, intuitivo e de fácil acesso.

Na Era Pós Digital, a Somática Educar está cada vez mais aproximando seus clientes e público em geral que busca aprimoramento e capacitação através dos cursos a distância.

Ter um aplicativo na “Palma da Mão” é como estar com a Somática Educar na “Palma de Sua Mão”, onde você tem como interagir diretamente com a empresa sem a necessidade de procurar a Marca na web.

Fidelização

Nos próximos dias iremos lançar programas de Fidelização dos Cliente e Público em Geral que Tenha nossa Marca no Seu Celular através de nosso Aplicativo.

Isso inclui Promoções Exclusivas ás quais nenhuma outra pessoa que não tenha nossa Marca no Seu Celular conseguirá. São promoções significativas que visa o acesso a baixo custo em nossos cursos a distância.

Comece AGORA…

Baixe nosso Aplicativo clicando na Figura Abaixo:

“É a Somática Educar Oferecendo Exclusividade Para os Clientes”

Fabiana Fagundes Barasuol
ceo somática educar
Compartilhe:

O Futuro Não Acontece Por Acaso. Nós Criamos o Futuro

A formação no Brasil se refletirá no futuro do Brasil amanhã

O Ensino a Distância vem conquistando cada vez mais credibilidade e relevância na sociedade e no mercado de trabalho. Mais baratos e flexíveis, as matrículas nos cursos a distância vêm crescendo exponencialmente a cada ano que passa.

Dados mais recentes do Censo da Educação Superior, coletados em 2016 e publicados no segundo semestre de 2017, apontam que mais de 18% das matrículas no Ensino Superior são em cursos a distância, alcançando a marca de 1.494.418 em 2016. Em 2006, o percentual de participação da modalidade era de apenas 4,2 % do total de matrículas.

Através da forte tendência de demanda, muitas empresas vem apostando no mercado de cursos a distância. Contratando pessoal qualificado e com um curriculum diferenciado.

Estar qualificado e atualizado através dos cursos a distância sem dúvida é melhor opção para quem não possui tempo para frequentar uma aula presencial.

Vale a pena investir em um cursos a distância?

Nossa resposta é sim! Segundo publicação da Revista Exame, nos próximos anos, os orçamentos nacionais serão cada vez mais pressionados pelos gastos com as infraestruturas físicas (hard) e tecnológica (soft) imprescindíveis para fornecer ecossistemas adequados à inovação, à reciclagem e à requalificação de competências. Uma prioridade deverá ser a educação às novas demandas.

Ter um diploma sem atualização e adequação ao campo digital e á capacidade ao pensamento crítico, á formação de competências, a empatia, a sensibilidade e a cooperação na área, de nada adiantará no Novo Mercado de Trabalho que faz-se exigências personalizadas em cada área do conhecimento.

O Futuro está Aqui e Agora! As empresas estão buscando pessoas treinadas, com pensamento crítico e com múltiplas competências

Quem diria que teríamos que libertarmos das especializações, em parte. Entender o todo e ser especializado em uma área é o futuro do Novo Mercado de Trabalho.

Com a avalanche de informações que a mídia nos apresenta diariamente através da onda web, chegar em uma empresa sem ter um pensamento crítico do que está acontecendo com o Mundo e a sua área de atuação, seria o mesmo que você estar mostrando para o seu futuro empregador que se tornou uma máquina e máquinas provavelmente seu empregador já possui. Não precisa contratar pessoas que são alheias ao mundo. O Mundo inova, a Empresa Inova, Exige Pessoas que Vistam a Camiseta e Estão Atualizadas e Não Simplesmente Estão Lá para Receber Salários.

Esse é o Futuro do Mercado de Trabalho que Bate a Nossa Porta. Não Estarmos Preparado é um Risco à Sobrevivência.

Imagine como você pode mudar a sua Vida, participando de Treinamentos em um período menor de tempo. Como você se sentirá tendo mais Conhecimento e mais tempo para se dedicar no que você gosta?

Nossos Cursos e Muito Mais…

Compartilhe:

ANP publica editais e novos modelos de contrato pré-sal

Publicação de editais e modelos de contratos para pré-sal

Compartilhe:

Pré-sal ressurgindo

A ANP publicou nesta quarta-feira (23/08), no sítio eletrônico www.brasil-rounds.gov.br os editais e os modelos de contratos da 2ª e 3ª Rodadas de Partilha, com áreas no pré-sal, que ocorrerão em 27 de outubro. Os documentos passaram por consulta e audiência públicas para recebimento de contribuições do mercado e da sociedade.

Saiba mais..

 

Cursos nas áreas naval e marítima. clique aqui!

 

pré sal

Compartilhe:

Inteligência Artificial

Segundo o estudo do Banco suíço Julius Baer estima-se que o faturamento da indústria de inteligência artificial deve aumentar 50% ao ano

Compartilhe:

Inteligência Artificial na Era da Tecnologia

Segundo o estudo do Banco suíço Julius Baer estima-se que o faturamento da indústria de inteligência artificial deve aumentar 50% ao ano, em média, e chegar a quase 130 bilhões de dólares até 2025. Hoje essa tecnologia é usada para melhorar e ajudar a detectar fraudes online. O Julius Baer prevê o aumento de sua utilização nos setores automotivo, com o desenvolvimento de novos carros autônomos, e de saúde, com a criação de softwares que ajudam a diagnosticar doenças e até de robôs capazes de realizar cirurgias de alta precisão.

Saiba Mais..

Tecmundo

Negócios

 

mec
cursos reconhecidos pelo mec

Fonte: Revista Exame: edição agosto de 2017 

Compartilhe:

Sistemas de energia fotovoltaica serão incluídos nos projetos do Minha Casa, Minha Vida

energia fotovoltaica incluída no Projeto Minha Casa, Minha Vida e Gerando Empregos

Compartilhe:

Energia Fotovoltaica e Minha Casa, Minha Vida

Segundo publicação do site canalernergia.com.br, o Ministério das cidades vai publicar portaria nós próximos dias prevendo a inclusão de sistemas de energia solar fotovoltaica nos imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida. Sendo que a iniciativa é resultante de estudos desenvolvidos por técnicos da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, em parceria com Furnas  a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

A inclusão dos sistemas de microogeração distribuída nos projetos de habitação popular do governo foi anunciada pelo Ministro das Cidades, Bruno Araújo, na ultima quinta-feira, 10 de agosto. Araújo participou de encontro com os responsáveis pelo estudo e com representantes do setor de construção civil, que entregaram uma avaliação da viabilidade do uso desses sistemas nos imóveis destinados à população de baixa renda.

24 mil empregos diretos e indiretos e geração de renda para os trabalhadores empregados nesses projetos na casa dos R$ 200 milhões.

Dados da Absolar mostram que com uma contratação na faixa de 400 mil novas residências por ano, será possível acrescentar 256 MW pico de geração distribuída em microssistemas fotovoltaicos a cada 12 meses. Isso representa R$ 1,65 bilhão em investimentos, com a criação de 24 mil empregos diretos e indiretos e geração de renda para os trabalhadores empregados nesses projetos na casa dos R$ 200 milhões.

mec
cursos online profissionalizantes em fotovotaica – Clique Aqui!

O consumidor de baixa renda típico tem consumo na faixa de 100 kWh por mês de energia, e o sistema projetado geraria na faixa de 70 kWh/mês, com economia de 70% na média de consumo. Restariam, em média, 30 kWh fornecidos pela distribuidora através da rede.O presidente executivo da Absolar, Rodrigo Sauaia, explica que o conceito do Minha Casa Minha Vida é diferente de projetos-piloto já implantados no país na área de habitação, porque ele nasce totalmente integrado às regras da Resolução  482, da Agência Nacional de Energia Elétrica. Ao contrário de projetos anteriores à regulação da Aneel, não será mais necessária autorização especial do órgão.

Sauaia destaca os benefícios sociais, ambientais, estratégicos e elétricos para o sistema (energia no ponto de consumo, redução de investimentos na rede) da inserção da tecnologia no programa social; além do incentivo ao desenvolvimento da cadeia produtiva. “Infelizmente, apesar do grande esforço que o segmento tem feito para avançar no Brasil, ele enfrenta ainda dificuldades para avançar , e a Aneel recentemente soltou uma nota técnica que revisou para baixo a expectativa de crescimento.  Isso é muito negativo”, lamenta o executivo.

 

Compartilhe: