ÁGUA DE LASTRO -CONCEITO DE LASTRO E SUA IMPORTÂNCIA PARA NAVEGAÇÃO

Água de lastro é o nome pelo qual ficou conhecida a água do mar ou do rio captada pelo navio para garantir a segurança operacional do navio e sua estabilidade.

Compartilhe:

Autora: ANA PAULA CERQUINHO BEZERRA
Contato: pcerquin@gmail.com
Curso : DRAFT SURVEYOR

Água de lastro é o nome pelo qual ficou conhecida a água do mar ou do rio captada pelo navio para
garantir a segurança operacional do navio e sua estabilidade. (CARMO, 2009)


No Brasil, a água de lastro é regida pela Norma da Autoridade Marítima (NORMAM 20), onde diz que a água de lastro é a água com suas partículas suspensas levadas a bordo de um navio nos seus tanques de
lastro, para o controle do trim, banda, calado, estabilidade ou tensões do navio. (Brasil, 2009)


A água de lastro é muito importante para a navegação, pois ela é necessária para manter a segurança, aumentar o calado e ajudar na propulsão e manobras, compensar a perda de peso por consumo de
combustível e de água, dando estabilidade às embarcações quando elas estão navegando com ou sem cargas. (SOUZA E SILVA, 2004)


Os tanques de lastro são compartimentos existentes a bordo, cuja única finalidade é o armazenamento e transporte de água de lastro e recebem a denominação de tanques de lastro segregado, de acordo
com a IMO.


A água de lastro é coletada em portos e estuários de forma inversamente proporcional à quantidade de carga, ou seja, quanto menos carga a bordo mais água de lastro. Assim, ao ser descarregado, o navio enche seus porões com água do litoral onde se encontra e ao serem estocadas novas mercadorias esta água é despejada. (ARAGUAIA, 2009)


Quando chegam a seu destino, muitas vezes em outro continente ou oceanos, esvaziam esses tanques,
fazendo o deslastro (nome dado ao processo da descarga da água de lastro).

O problema é que, nessa água descarregada estão presentes muitas espécies que não fazem parte do ecossistema local de
descarga.


Essas espécies, chamadas de exóticas, podem não ter predadores naturais nesse local e crescem de maneira descontrolada, interferindo na cadeia alimentar local, e destruindo as espécies nativas.

Para ter acesso ao artigo completo clique abaixo

Compartilhe:

Autor: Somática Educar

Somática Educar - cursos profissionalizantes e de capacitação a distância

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.