A Cabotagem no Brasil – Sobre a BR do Mar

A partir da publicação da lei, as empresas poderão afretar navios por tempo ou a casco nu (vazios ) para uso na navegação de cabotagem . Passado um ano da vigência, poderão ser dois navios, no segundo ano de vigência três navios, e no terceiro ano da mudança , quatro navios.

Compartilhe:

Autor: Bruno Pereira da Silva

Niterói/RS

Somática Educar

 Atualmente em prazo de recebimento de emendas, aguarda votação no Senado o projeto que institui o Programa de Estímulo ao transporte por cabotagem  (BR DO MAR ) . O PL 4199 / 2020 , do poder executivo  , foi aprovado na Câmara dos Deputados em dezembro do ano passado . O senador Nelsinho Trad (PSD – MS ) .

  Navegação de cabotagem é o transporte aquaviário feito entre portos do mesmo país. Entre as principais mudanças efetivadas, pelo projeto está a liberação progressiva do uso de navios estrangeiros para esse tipo de transporte sem a necessidade de contratar a construção de embarcações  em estaleiros brasileiros . O líder do governo da Câmara, deputado Ricardo Barros (PP – RR ) afirma que o projeto reduzirá o chamado custo Brasil.

Para o consultor do Senado Frederico Montenegro  , o texto facilita a expansão das operações de cabotagem  e a entrada de novos interessados neste mercado .  Segundo ele , aumenta a possibilidade de as Empresas Brasileiras de Navegação (EBN)  afretarem embarcações sem a obrigatoriedade de possuírem embarcações próprias , como exigido pela legislação vigente . Montenegro ressalta que a mudança vem acompanhada de incentivos para que as EBNS mantenham e aumentam a frota própria, o que contribui para um importante aspecto da navegação de cabotagem, que é a disponibilidade do serviço .

A partir da publicação da lei, as empresas poderão afretar navios  por tempo ou a casco nu (vazios ) para uso na navegação de cabotagem . Passado um ano da vigência, poderão ser dois navios, no segundo ano de vigência três navios, e no terceiro ano da mudança , quatro navios.

Depois disso, a quantidade será livre, observadas condições de segurança definidas em regulamento. 

O consultor explica que o afretamento por tempo é aquele no qual o proprietário  ou o armador coloca o navio completamente equipado  e em condição de navegabilidade  à disposição do afretador por tempo determinado .

O afretamento por tempo mantém todos os custos relacionados a sua operação vinculados  à bandeira do seu país de origem  , por isso é um afretamento  mais barato  se comparado ao afretamento a casco nu .

Fonte:

https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/03/26/br-do-mar-pode-expandir-setor-de-navegacao-de-cabotagem-no-brasil

https://www.portosenavios.com.br/noticias/navegacao-e-marinha/nova-lei-da-cabotagem-favorece-expansao-de-grandes-grupos

Compartilhe:

Biomassa: fonte de energia renovável

A biomassa é utilizada na produção de energia a partir de processos como a combustão de material orgânico produzida e acumulada em um ecossistema, porém nem toda a produção primária passa a incrementar a biomassa vegetal do ecossistema

Compartilhe:

Autor : João Batista dos Anjos

Araguari – Minas Gerais

Curso Engenharia E Gestão de Energias Renováveis

Somática Educar

Do ponto de vista da geração de energia, o termo biomassa abrange os  derivados recentes de organismos vivos utilizados como combustíveis ou para a  sua produção. Do ponto de vista da ecologia, biomassa é a quantidade total de  matéria viva existente num ecossistema ou numa população animal ou vegetal.  Os dois conceitos estão, portanto, interligados, embora sejam diferentes. 

 Na definição de biomassa para a geração de energia excluem-se os  tradicionais combustíveis fósseis, embora estes também sejam derivados da  vida vegetal (carvão mineral) ou animal (petróleo e gás natural), mas são  resultado de várias transformações que requerem milhões de anos para  acontecerem. A biomassa pode considerar-se um recurso natural renovável,  enquanto que os combustíveis fósseis não se renovam a curto prazo. 

A biomassa é utilizada na produção de energia a partir de processos como a  combustão de material orgânico produzida e acumulada em um ecossistema,  porém nem toda a produção primária passa a incrementar a biomassa vegetal  do ecossistema. Parte dessa energia acumulada é empregada pelo ecossistema  para sua própria manutenção. Suas vantagens são o baixo custo, é renovável,  permite o reaproveitamento de resíduos e é menos poluente que outras formas  de energias como aquela obtida a partir de combustíveis fósseis. 

A queima de biomassa provoca a liberação de dióxido de carbono na atmosfera,  mas como este composto havia sido previamente absorvido pelas plantas que  deram origem ao combustível, o balanço de emissões de CO2 é nulo.

Para acessar todo o Artigo clicar abaixo:

Compartilhe:

ARQUEAÇÃO DE CARGA DE NAVIOS – NOTAS PARA APLICAÇÃO PRÁTICA

O Transporte Marítimo é a espinha dorsal do Comércio Internacional, com mais de 80% do volume de comércio mundial. Nas últimas décadas com a evolução prática do conceito de globalização, o volume do comércio internacional cresceu a uma taxa maior que a do PIB mundial.

Compartilhe:


Autor: Dr. Claudio L R Conde
CURSO DE ARQUEAÇÃO DE NAVIOS – DRAFT SURVEY
Somática Educar

1 INTRODUÇÃO


O Transporte Marítimo é a espinha dorsal do Comércio Internacional, com mais de 80% do volume de comércio mundial. Nas últimas décadas com a evolução prática do conceito de globalização, o volume do comércio internacional cresceu a uma taxa maior que a do PIB mundial.


Conceitos como “substituição de importações” ficaram obsoletos e produzir com eficiência e escala para ser competitivo no mercado global passou a ser mais importante. Equipamentos de grande porte passaram a usar peças produzidas em outras parte do Planeta.


Neste novo cenários, os Stakeholders do Comércio Internacional e do Transporte Marítimo tem o maior interesse em reduzir o custo logístico, de forma a manter a competitividade. Dentre os custos a serem reduzidos está o tempo de parada nos portos, sendo o tempo parado a espera de arqueação das cargas dos navios um ponto de atenção, não apenas pelos procedimentos técnicos necessários, mas pelos procedimentos operativos antes e depois para o desembaraço alfandegário.


Dessa forma, a padronização dos procedimentos de arqueação são de extrema importância na minimização dos custos do transporte marítimo e comércio internacional.


2 OBJETIVO


Apresentar os procedimentos para ARQUEÇÃO de navios e a importância de sua eficiência para a modicidade dos custos do Transporte Marítimo e a competitividade dos setores econômicos envolvidos.

Para fazer a leitura do Artigo Completo ABAIXO!

Compartilhe:

PLANEJAMENTO AVANÇADO DA QUALIDADE DO PRODUTO (APQP) E PROCESSO DE APROVAÇÃO DE PEÇAS DE PRODUTO (PPAP)

APQP (Advanced Product Quality Planning) significa Planejamento Avançado da Qualidade do Produto. Consiste em um processo estruturado que inclui tarefas críticas desde a aprovação do conceito até a produção. O objetivo é criar um plano de qualidade do produto para desenvolver e fabricar produtos que atendam aos requisitos do cliente, e PPAP (Production Part Approval Process), ou Processo de Aprovação de Peças de Produção, é um projeto para garantir qualidade consistente na criação e produção de uma peça. O objetivo principal deste plano de controle é identificar e neutralizar rapidamente qualquer fator que possa alterar as especificações e a tolerância de produção de uma determinada peça, como desgaste da ferramenta ou mudanças de temperatura durante a produção.

Compartilhe:

Autor: Cosme D.R. Santos

Somática Educar – Ensino a Distância

Salvador – Bahia

O desenvolvimento de produto realizado entre as empresas multinacionais globais e  fornecedor requer atenção especial na gestão do processo e na interação entre empresas. O  artigo discute uma das metodologias mais utilizadas nessa indústria, o planejamento  avançado da qualidade de novos produtos (APQP), identificando seus usos e as condições  que potencialmente melhoram a gestão do processo de desenvolvimento do produto. Isso  tem custos adicionais e revela que o APQP se torna elemento da gestão dos prazos, mas  não impede falhas internas na montadora ou na qualidade. 

 APQP (Advanced Product Quality Planning) significa Planejamento Avançado da  Qualidade do Produto. Consiste em um processo estruturado que inclui tarefas críticas  desde a aprovação do conceito até a produção. O objetivo é criar um plano de qualidade do  produto para desenvolver e fabricar produtos que atendam aos requisitos do cliente, e  PPAP (Production Part Approval Process), ou Processo de Aprovação de Peças de  Produção, é um projeto para garantir qualidade consistente na criação e produção de uma  peça. O objetivo principal deste plano de controle é identificar e neutralizar rapidamente  qualquer fator que possa alterar as especificações e a tolerância de produção de uma  determinada peça, como desgaste da ferramenta ou mudanças de temperatura durante a  produção. 

Palavras-chave: APQP, PPAP, Voz do cliente, Ciclo PDCA, FMEA, Desenvolvimento de  produto, IATF 16949:2016, fornecedores, e IMDS. 

Para ter acesso ao Artigo Completo Clique abaixo:

Compartilhe:

Visite o Nosso Catálogo De Cursos

Visite o Catálogo de Cursos da Somática Educar!

Compartilhe:

Nova Identidade Visual da Somática Educar

Somática Educar – Ensino Digital ao Alcance de Todos! Confira Nossos Cursos totalmente digitais com a qualidade de mais de 10 anos!

Compartilhe:

Ensino Digital ao Alcance de Todos!

A Somática Educar está inovando a cada momento e isso nos impulsiona a oferecer sempre o melhor para nossos clientes.

A mudança da identidade visual é o primeiro passo para o que está por vir!

Tudo aqui é conquistado com muito estudo, muita de dedicação, muita pesquisa no que está acontecendo no Mundo Inteiro.

Apresentamos para Vocês a Nova Identidade Visual da Somática Educar a partir de Hoje

Espero que Gostem!

Fabiana Fagundes Barasuol

CEO Somática Educar

www.somaticaeducar.com

Compartilhe: