DRAFT SUVEY NA VIDA MODERNA

Baseado nos princípios matemáticos de Arquimedes, arqueação de embarcações possibilita novas oportunidades de trabalho para técnicos de todas as modalidades.

Compartilhe:

Autor:Valdemir Barros Magalhães  

Curso: Arqueação de navios – Draft Suvey  

Instituição: Somática Educar 

Baseado nos princípios matemáticos de Arquimedes, arqueação de  embarcações possibilita novas oportunidades de trabalho para técnicos de  todas as modalidades.  

Uma das teorias ou princípios de Arquimedes diz que “todo corpo mergulhado  num fluido em repouso sofre uma força vertical para cima, cuja intensidade é  igual ao peso do fluido deslocado pelo corpo”. O matemático e físico grego  viveu de 287 a 212 a.C., mas seus conceitos permanecem vivos e aplicados na  vida moderna, como na arqueação de embarcações – ou draft survey –,  processo que determina o volume interno suportado por um navio, barco ou  plataforma flutuante; ou seja, uma operação relativamente simples utilizada  para calcular o peso da carga no embarque ou desembarque.  

Em sua competência legal de normatizar as atribuições dos técnicos, em 26 de  outubro de 2019 o Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) baixou a  Resolução CFT nº 081/2019, disciplinando os profissionais habilitados para a  elaboração de laudos técnicos de arqueação de granéis sólidos e líquidos.  Essa medida possibilita novas oportunidades de trabalho, considerando que os  técnicos de todas as modalidades, desde que devidamente registrados no  Sistema CFT/CRT, estão habilitados para emitir laudos técnicos, garantindo a  precisão na quantificação das cargas transportadas e diminuindo os prejuízos  na movimentação das embarcações.  

O processo draft survey é reconhecido internacionalmente pela International  Maritime Organization (IMO); e no Brasil, pela Associação Brasileira de Normas  Técnicas (ABNT).  

Enfim, nenhum técnico precisa “brincar” de Arquimedes, mas pode encontrar  uma boa alternativa a partir de seu legado, e também graças ao trabalho do  Sistema CFT/CRT que, sob a égide da lei, normatiza as atribuições  profissionais e colabora com o desenvolvimento do País

Compartilhe:

BIOPOLÍMEROS E SUAS APLICAÇÕES

Biopolímeros: São polímeros produzidos por seres vivos. Celulose, amido, quintina, proteína, ADN (Ácido desoxirribonucleico) e ARN (Ácido ribonucleico) são exemplos de biopolímeros, nos quais as unidades monoméricas são respectivamente açucares, aminoácidos e nucleotídeos

Compartilhe:

Autor: Vitor Roque da Silva
Curso Formação de Operador Petroquímico – Somática Educar.

Considerações iniciais 

É inquestionável a necessidade mundial das grandes indústrias  

de cada vez mais adotarem uma pega ecológica. Toda essa  

mudança faz com que empreses de diversos segmentos  

entrem em uma atmosfera de pesquisa e desenvolvimento que  

orbite em torno do verde, ou seja, do Biopolímeros. Uma ideia  

cada vez mais forte nas marcas que querem agregar valor a  

seus produtos, e principalmente, deixar um legado de uso  

consciente dos recursos naturais para gerações futuras. 

O que são os Biopolímeros: 

Biopolímeros: São polímeros produzidos por seres vivos. Celulose, amido, quintina,  proteína, ADN (Ácido desoxirribonucleico) e ARN (Ácido ribonucleico) são exemplos de  biopolímeros, nos quais as unidades monoméricas são respectivamente açucares,  aminoácidos e nucleotídeos. 

Devido a sua decomposição ser mais rápida, em condições favoráveis, os biopolímeros são  uma das principais alternativas aos materiais plásticos derivados do petróleo. Muitos  estudos estão ocorrendo na área a fim de viabilizar seu uso como produto final em diversas  aplicações, pois essa classe de polímeros apresenta um grande potencial de substituição  para os polímeros obtidos a partir de fontes fosseis. 

Exemplos de biopolímeros:  

∙ Amido, o poli (ácido lático) – PLA,  

∙ Polihidroxibutirato – PHB,  

∙ PoIihidroxibutirato-co-polihdroxihexanoato – PHBHx.

Aplicação: 

Podemos encontrar muitos exemplos do uso de biopolímeros no nosso dia a dia, em  diversas áreas. Uma delas é a Medicina, na qual são utilizados os polímeros bioabsorvíveis,  ou seja, polímeros biodegradáveis que podem ser assimilados por um sistema biológico.  Esses polímeros auxiliam na confecção de suturas, implantes e fixações ósseas e devem  ser absorvidos pelo organismo na mesma escala de tempo em que ocorre a regeneração de  um tecido. Um exemplo atual desse tipo de biopolímero é o polihidroxialcanoato (PHA) o  qual é produzido, em biorreatores, por bactérias que guardam os biopolímeros em suas  células. 

Para ter acesso ao Trabalho completo do Ator CLICAR AQUI!

Compartilhe: